Aprendendo um pouco sobre o Hangul e Tipografia Coreana

Typical shopping street in Seoul, Korea

Uma das coisas mais fascinantes da cultura coreana é ,sem dúvida,  o seu alfabeto, o chamado “Hangul”. Principalmente por ele ser novo comparado com outros alfabetos e pelo fato de se poder aprendê-lo em 1 dia. Na minha terceira semana como estudante no país eu já conseguia ler ( bem devagar na verdade ) os letreiros e placas.

O Hangul foi criado durante a Dinastia do Rei Sejong, em 1443, com a publicação do livro “Hunminjeongeum”, que significa “Os sons corretos para a instrução do povo”, esse nome também era usado para especificar o alfabeto coreano, mas atualmente o termo Hangul ( ou Hangeul) é mais usado atualmente.  Antes de ter o seu próprio alfabeto, a Coréia utilizava o chinês, além da implementação, o reinado de Sejong é conhecido por ter sido um período de avanço na nação, não é por nada que até hoje ele é conhecido como Sejong, o Grande e possui um museu no subsolo de uma estátua do mesmo numa das avenidas mais importantes de Seoul.

str2_ev_1801_zhseoul_king sejong

O interessante do alfabeto coreano é que cada letra tem um propósito e foi pensada. As vogais, por exemplo, as formas básicas são inspiradas no céu (•), terra (ㅡ) e pessoas (ㅣ) , essas formas se juntam para formar as vogais.

img_vowels1

As consoantes simulam o movimento dos órgãos responsáveis pela fala, como na imagem a seguir:

img_consonants1

O legal é que as vogais e letras foram criadas para se juntarem formando sílabas em blocos, facilitando muito naquele trabalho chatinho de diagramar texto.

A tipografia coreana propriamente dita só foi se desenvolver tardiamente, durante a ocupação japonesa (1910-1945), o uso da língua coreana foi banido, depois veio a Guerra da Coréia (1950-1953) e todo o período de reconstrução do país após isso tudo. Somente nos meados dos anos 90 é que o negócio foi para frente.  Designers como Ahn Sang-Soo começaram a quebrar os paradigmas e sair do padrão “quadrado”.

Confira aqui alguns exemplos de tipografia experimental de Ahn Sang-Soo:

ahn_sang_soo2

dd49d29461da052fafecdff84da689f3

112c24b9969d2a339cc2804e8a690c8e

Para quem tem interesse de aprender o Hangul e entende um pouco de inglês, esse posto do 9Gag (vejam só vocês!) ensina de uma forma bem prática a ler o alfabeto (clique na imagem para ampliar):

3968335_700b

Mas não se engane, aprender o alfabeto é fácil mas aprender coreano é um pouco complicado, visto que a língua possui alguns fonemas que nós não usamos e a pronúncia de algumas palavras pode ser um pouco difícil para nós. Só para ilustrar bem, as conhecidas empresas Hyndai (현대) e Samsung (삼성) são pronunciadas erradas por nós, a pronúncia correta é “Riundê” e “Sansôn” respectivamente.

Com esse breve post tentei dar uma introdução básica ao fascinante alfabeto coreano e mostrar que a Coréia é muito mais do que K-Pop e MMORPG. Qualquer outra dúvida sobre a cultura coreana e afins, comentem aí embaixo que tentarei responder se possível.

Referências:

http://themetaq.com/articles/korean-typography

http://www.hangeulmuseum.org/sub/eng_new/main.jsp

http://www.pinterest.com/gkellysong/korean-typography-design/ (mais exemplos de tipografia coreana experimental)

http://9gag.com/gag/3968335/learn-to-read-korean-in-15-minutes

Anúncios

Um comentário sobre “Aprendendo um pouco sobre o Hangul e Tipografia Coreana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s