Tipografia Sensual

tipografia-sensual

Uma fonte possui uma variedade de formas e propriedades físicas visuais que despertam sensações em quem as consomem visualmente. Propriedades essas, intrinsecamente ligadas ao letterform, que são levadas em consideração na hora de escolher qual fonte melhor se adequa a mensagem do designer. A fonte escolhida nesse caso pode vir a ser o divisor de águas entre uma composição que desperte sensações e reações físicas concretas e uma peça cujo apelo é estritamente visual.

http://www.asylum.com/2009/10/01/pin-up-calendar-is-typographically-pornographic/Pode uma fonte ser sensual? Para começar vamos rever o conceito de sensual. Sensual é um termo proveniente do Latim sensualIS, de sensualITAS, “sensualidade, capacidade para a sensação, para perceber através dos sentidos, o que sente, o que apresenta sensibilidade”, de SENSUS, “sensação, sentido, capacidade de percepção”. O Dicionário Online Aulete define ainda como sendo:

1. Aquilo que é referente aos sentidos ou aos seus órgãos. 2. Que tem ou revela sensualidade; que desperta o desejo, que excita, ou que atrai sexualmente (mulher sensual; sorriso sensual; jeito sensual; roupa sensual) 3. Que procura os prazeres dos sentidos.”

A sensualidade numa fonte vai muito além da conotação sexual que esta traz consigo – por mais que esse aspecto seja o mais presente – ela permeia desde a vontade incontrolável de comer um determinado prato, até a repulsa e aversão à determinado elemento, ou seja, quais tipos de desejos e sensações a fonte combinada com a palavra escrita podem transmitir. O processo cognitivo que determina esse nível de desejo é o mesmo seja quando vemos um delicioso bolo de chocolate seja quando vemos uma pessoa com atributos físicos sedutores, as mesmas regiões do cérebro são ativadas – do córtex que processa a informação sensorial até o hipotálamo e o hipocampo que geram as sensações de bem-estar e prazer.

A tipografia, devido à sua natureza, só pode apelar para um sentido, o da visão. Esse sentido é o que primeiro emite a mensagem ao cérebro evocando sensações e desejos. Há poucas fontes de estudo sobre a relação entre design e sensualidade, mas nas poucas que existem uma passagem rápida pela psicologia da atração sexual é fundamental para entender, por exemplo, a imagem abaixo. Compare o caractere ‘Q’ da Trajan Pro e o ‘Q’ da Helvética, qual deles é mais sensual?

trajanvshelvetica

“Para alguns antropólogos, os traços físicos associados à beleza seriam, em sua origem, indicadores das virtudes do indivíduo como reprodutor. Por essa teoria, o formato arredondado do corpo da mulher é sinal de uma presença elevada de estrógeno, um hormônio feminino, o que a tornaria mais capaz de gerar filhos saudáveis. Já as linhas angulosas do homem mostram um alto teor de testosterona, o hormônio da virilidade, indicador da aptidão do indivíduo para proteger e nutrir a família.”(fonte: Revista SuperInteressante)

Ao olharmos para uma fonte, fazemos involuntariamente associações de suas formas com formas humanas, um estudo sobre sensualidade no design de produtos com mulheres de 18 a 29 anos mostrou que as propriedades que mais foram utilizadas para descrever o porquê que determinado produto era tido como sensual foram: Caráter Orgânico, Formas Humanas, Suavidade, Leveza, Fluxo Harmônico e Contínuo, Irregularidade, Curvas Arredondadas, Flexível, Protuberância e Espaços Vazios ou Buracos. Trazendo esses aspectos para a anatomia tipográfica, algumas partes dos caracteres possuem exatamente essas propriedades e são essenciais para tornar uma fonte sensual.

Bojo ou Barriga

Remete aos Seios, Nádegas, Bochechas

As partes mais suaves e macias do corpo são as que mais despertam olhares e vontade de tocar, apertar, morder, sentir a textura. Nas fontes essa parte fica por conta do bojo ou barriga que somente são evidenciados quando a fonte não é puramente geométrica – em fontes geométricas o bojo some dando destaque ao oco. Essas silhuetas criadas pelos bojos combinadas à aberturinhas propositais como o ‘P’ e ‘p’ da Livory enlouquecem qualquer um – Vai fechar ou não? Por que não fechou? Já nas fontes sem serifa o bojo é mais discreto apesar de muitas serem de caráter geométrico, essa timidez no bojo é aplicada à sensualidade masculina (ex: Pluto), na feminina as fontes serifadas reinam absolutas deixando as formas mais voluptosas (ex: Calluna). A Georgia é uma fonte feminina até no nome, os bojos dos caracteres carregam uma inocência e pureza quase que infantil. O ‘a’ é comportado e gracioso, o oco casa com o terminal em gota, o bojo desenha-se gradualmente num fluxo harmônico. Georgia é uma fonte que traz virgindade e ao mesmo tempo glamour – não por menos, foi a fonte utilizada na construção da ilustração na imagem de abertura do post.

livorycalluna  plutogeorgia

Cauda e Descendentes

Remete aos Cabelos, Braço, Perna, Língua

Esses elementos ganham destaque em caracteres como o ‘Q’, o ‘g’, o ‘j’ e o ‘y’. Diferente dos terminais, swashes e remates, elementos de finalização derivados da cauda, a cauda pode ser considerada uma extenção das hastes ou adaptação da barra horizontal de um caractere. Ela quebra a rigidez da fonte com um rastro que quanto mais curvo e cheio de voltas, mais sexy se torna (‘g’ da Mrs Eaves Roman) – para o homem o abuso nas curvas pode passar a ideia errada, opta-se então por curvas sutis e leves como na Trajan Pro.

salamander trajan youngblood mrs-eaves

Oco e Abertura

Remete à Cintura, Quadril, Umbigo, Boca, Seios, Genitais

Cabe a esses elementos moldar todo o resto da fonte, eles são o núcleo dos caracteres principais que insinuam sensualidade. As aberturas do ‘c’, ‘e’, ‘G’ e ‘a’ da Yana Regular reforçam a idéia de súplica da frase, as serifas disfarçadamente criam mais aberturas, a abertura larga e ocos que variam a expessura da linha reforçam o caráter liberal, rasgado, aberto, sem amarras, livre, decidido e ao mesmo tempo delicado.

yanaJá os padrões geométricos das aberturas e ocos da Bauhaus Medium resgatam a proximidade com as formas humanas de seios, nádegas, quadris, essa propriedadade deixa o corpo do texto com um formato ondulado, em outras palavras, com corpinho de violão em ‘woman’.

bauhausOcos e aberturas também estampam a masculinidade da Bank Gothic e seus caracteres largos, quadrados, quase que apelando pro monotype sem serifa. O oco do ‘P’ e do ‘R’ mais contidos e achatados indicam segurança, elegância, seriedade e profissionalismo, características que são sensuais e não estão ligadas diretamente com o corpo ou apelo do sexo.

bank-gothicNa Korataki, o oco cria cantos arredondados e formas mais orgânicas sem perder a formalidade e a retidão, o oco e as aberturas variam conforme o peso como visto, variando de delicado e puro até violento e imponente. A Korataki é um exemplo de fonte que passa sensualidade na medida certa sem apelar, tanto para homens quanto para mulheres. Ela consegue somar aspectos da sensualidade dos dois sexos no seu letterform.korataki

Haste

Remete ao Tronco, Tórax, Altura, Perna, Braço

A haste de uma fonte deixa bem evidente o peso da mesma e sua altura. A sensualidade masculina provém de formas mais retas como dito anteriormente, pernas, tórax e braços, áreas que evidenciam os músculos, chamam mais atenção. As fontes que contém hastes expessas contrastando com outras partes mais finas – típico de fontes modernas – mostram a masculinidade e virilidade do homem e ao mesmo tempo uma sedução elegante, uma sensualidade séria, divergente das formas explícitas femininas.

didot-proUm outro charme quase imperceptível nas hastes é a junção ou transição entre a haste e a serifa, umas dose se curvas sutis em meio à robustez. bodoniAs fontes sem serifas são constantemente utilizadas, em pesos exagerados e largas, mostrando a imponência do macho, porém o exagero no peso e na largura e uso de minúsculas pode tornar a fonte vulgar e grosseira. Então o segredo para fontes sem serifa se tornarem sensuais é evidenciar a haste utilizando somente letras capitulares ou versalette.

helv-boldTerminais, Remate e Swashes –

Orelha, Cabelos, Lábios, Sorriso, Língua, Mamilos, Genitais –

Assim como os adereços femininos, esses elementos finalizam os caracteres com charmosas curvas volumosas, algumas vezes finas e sutis outras vezes pesadas e espiraladas demais.

lust

ollie

Terminais de fontes serifadas costumam além de harmonizar a transição entre a haste e o fim do caractere deixar um gostinho de incerteza, uma inércia tímida se aquela forma continua ou não. Aquela gotinha na ponta do ‘f’ ou do ‘S’ – típica de canetas  tinteiro antigas – gera uma tensão agradável semelhante às gotas de água escorrendo sensualmente em comerciais de cerveja esse lementos pontuais sempre foram alvo de desejos ardentes nas pessoas: lóbulo da orelha, ponta da língua, mamilos, umbigo, o sinal na bochecha da Marilyn Monroe… guadalupeOs swashes evocam os cabelos femininos, que quanto mais finos mais atraentes, fetiche herdado dos antepassados, eis o porquê das loiras fazerem mais sucesso entre o público masculino segundo o zoólogo inglês Desmond Morris, autor de A Mulher Nua. Uma cabelereira volumosa, bem cuidada, em movimento, brilhosa, delicada, desperta de longe a atenção de muitos homens e também de outras mulheres. Não limite para o uso de swashes, a não ser quando misturam-se com ligaduras, terminais complexos e remates mais elaborados e temos um emaranhado de segmentos que não chegam a lugar algum e prejudicam a leitura, descontruindo assim o objetivo de uma fonte.

samanthaEixo

Cintura, Quadril

O eixo é sem dúvidas o principal indicador de sensualidade de uma fonte, é ele que torna sensual quase todas as fontes manuscritas e atribui a elas uma permissão exclusiva para ser usada sempre com essa conotação. chateau saint-agnesO eixo inclinado, seja natural seja itálico, reforça as formas orgânicas, as curvas, indica uma posição mais relaxada, subordinada, carente. A Garamond é uma fonte que em seu estado regular é sensual pelos bojos, aberturas e terminais – novamente a aberturinha do ‘P’ sensualizando! – quando na forma itálica a sensualidade multiplica exponencialmente chegando a ser safada, proibida, traiçoeira.

garamondUma leve inclinada no eixo de fontes sem serifa também passam a ideia de sensualidade com formas masculinas. A Helvetica Bold Obl nesse caso é uma ótima aplicação, ela oferece dinamismo, força, presença e segurança com uma pontinha de vulnerabilidade.

helv-obl

Ligaduras

As ligaduras são inocentes detalhes que podem se tornar altamente excitantes por já ter uma qualidade sensual e um certo apelo sexual definidos em sua sutil fusão de linhas, chegando a ser quase obsceno. Um exemplo são as voluptuosas ligaduras da fonte Mrs Eaves Just Ligatures, principalmente quando está em itálico. O ‘ff’ é tímido casal de mãos dadas, ‘fi’ e ‘ti’ trocam beijos mais ardentes, ‘ky’ e ‘fy’ estão prestes a ter o que o ‘gy’ e o ‘oe’ já inciaram a muito tempo: relaçoes mais sérias.

mrs-eaves-ligatures

Convencidos de que tipografia pode ser sensual? Preparamos um singelo showcase com bons exemplos de anúncios de perfumes, vocês reconhecem alguma das características descritas acima, nessas peças?

     catalogo de fotos de perfume

Referências:

http://aulete.uol.com.br/sensual
http://origemdapalavra.com.br/palavras/sensual/
http://maxb.home.xs4all.nl/erotype.html
http://www.sigchi.org/chi96/proceedings/desbrief/Hofmeester/ghh_txt.htm
http://super.abril.com.br/saude/sensualidade-jogo-seducao-442969.shtml
http://super.abril.com.br/ciencia/design-perfeito-445760.shtml
http://super.abril.com.br/blogs/como-pessoas-funcionam/como-o-seu-cerebro-manipula-voce-no-quesito-paixao/

Anúncios

6 comentários sobre “Tipografia Sensual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s